Detesto que me roubem a solidão sem me dar em troca verdadeiramente companhia. (Friedrich Nietzsche).

segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

Fantasia



Quero entrar em ti
como em um  baile de máscaras...
Sem saber-te

E uma vez dentro
conhecer teus cantos
descobrir tuas passagens
bisbilhotar teus segredos...

Quero dançar no teu centro
a  música que vem do teu dentro
Quero que me faças rir
sem juízo
com a pérola falsa do teu riso

Quero o brinde de champanhe
da tua boca entreaberta
e me inebriar da fragrância almiscarada
da tua face secreta

Quero me deitar no mistério
do teu rosto escondido
me entregar aos teus truques
sem saber
se és príncipe ou mendigo

Quero vestir a fantasia de ser
a única
a musa dos teus versos
o sol dos teus dias
o centro do teu universo

Enquanto a música tocar
Enquanto o tempo voar
Enquanto teu amor me amar
Feito baile de carnaval

E quando os fogos coloridos
se tornarem cinza
Vou acordar
nua e só...
Não faz mal

Vou sorrir e esperar
Eu sei que vais voltar
E outro baile vai começar...





"...E quando você estiver repousando desamparado nos braços dela, 
você saberá que realmente ama uma mulher..."           (Bryan Adans)




Imagem: Johnny Depp - Don Juan DeMarco

9 comentários:

  1. Grande fantasia, Ligeia. Estar dentro de alguém a ponto de fazer parte dessa pessoa, conhecer os seus segredos e como um órgão vital não poder ser expulso e conviver por toda a vida... Abraços

    ResponderExcluir
  2. O melhor lugar para o descanso
    ainda é o mistério.

    Quero todas as máscaras do mundo,
    ando farto dessa realidade.

    ResponderExcluir
  3. Gilberto, que coisa linda você disse. Sua interpretação foi sensivelmente bela. Todos nós temos fantasias. Às vezes vivemos algumas, ou de algumas. O importante é sabermos a diferença.

    Muito obrigada.

    beijo pra você.

    ResponderExcluir
  4. Herculano, compartilho do seu sentimento sobre a realidade. Por outro lado, descobri que a realidade tem muitas faces, e muitas delas me enojam. So... Prefiro a fantasia. Posso despir-me dela a qualquer momento.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  5. Doce e sensual seu poema. Você escreve muito bem, querida. E Bryan Adams foi a escolha perfeita para bailar com teus versos! Grande beijo :)

    ResponderExcluir
  6. Obrigada, Natália. De coração!

    beijos!

    ResponderExcluir
  7. Sempre intenso em teu lirismo.. Bjos

    ResponderExcluir
  8. Reiffer, Poeta do Fim... muito obrigada!

    beijos!

    ResponderExcluir
  9. Amiga Ligeia, criei um Meme sobre as 10 coisas pelas quais vale a pena viver e gostaria de te repassar a função de nos contar quais as 10 coisas escolhidas por você. http://gilbertocarlos-cinema.blogspot.com/2011/12/10-coisas-pelas-quais-vale-pena-viver.html

    Abraços.

    ResponderExcluir

Costumo responder aos comentários aqui no blog. Todas as opiniões são bem vindas, e importantes. Gosto de saber das pessoas o que pensam, o que sentem, o que gostam. Você que lê e prefere não se manifestar, quem sabe um dia volte para me dizer algo. Não tenho pressa, eu espero.

Divagar é preciso...