Detesto que me roubem a solidão sem me dar em troca verdadeiramente companhia. (Friedrich Nietzsche).

quinta-feira, 13 de dezembro de 2012

Feliz Natal e Ótimo Ano Novo.

 Muito obrigada a todo mundo que acompanhou, que leu, que comentou neste blog... Muitas felicidades, paz e sucesso.  Tudo se renova, a vida dá um jeito.



14 comentários:

  1. Adorei a parte "a vida dá um jeito...". Felicidades pra você também! Um abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bia, a vida dá um jeito, acho que isso é fé, nem sabia que eu tinha, mas, se escrevi isso...

      Obrigada. Abraço também.

      Excluir
  2. Não faça nada e nem diga nada que vá se arrepender depois. Se afastar, dá tempo, pensar, conversar, e escrever em papel ainda é o melhor caminha.
    Que os dias seguintes aos de hoje você encontra paz, muita harmônia e muita sabedoria para resolver qualquer problema.
    Felicidade e um bom ano novo!
    beijos!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vou ficar quieta, Janice, já falei demais.

      Muito obrigada pela presença sempre positiva.

      beijos!!!! rs

      Excluir
  3. Feliz Natal e ótimo Ano Novo! Volte!

    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nadia, Feliz Natal, 2013 maravilhoso pra vc!

      um beijo.

      Excluir
  4. Boa noite / dia parceira.
    A vida se renova desde que permitamos que isto aconteça. Nada de bom acontece por acaso se ficarmos parados, esperando que a vida se renove por si.
    Feliz Natal (acredito que com a nossa Antologia em mãos, para bater com a temática do post) e um ótimo Ano Novo para você também.
    Aproveite as férias e recarregue suas energias para o retorno!

    => CLIQUE => ESCRITOS LISÉRGICOS...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Christian, obrigada pela mensagem e pela parceria neste ano.

      Um abraço pra você e sucesso na sua carreira, talento você tem.

      Excluir
  5. Tomara que você volte logo. Lembre-se que o tempo cura tudo, até o queijo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "O tempo cura tudo, até queijo", aprendi outra além daquelas velhas "tudo passa, até a uva passa"... e "tudo é passageiro, meno s o motorista e cobrador"... Enfim... Gostei, rs.

      O tempo cura tudo, Gilberto, e a sua fé e a sua força de viver vão ajudar.

      beijo pra vc.




      Excluir
  6. Olá, Ligéia.
    Não entendi muito bem o que aconteceu contigo por aqui, mas espero que esse tempo em off possa te ajudar a recalibrar as ideias e quem sabe quem andou te perseguindo resolva parar com isso.
    Espero que ano que vem possas voltar a blogar sem preocupações ou aborrecimentos.
    Isso, é claro, se o mundo não acabar (espero que isso não aconteça; segunda que vem vai passar O Rei Leão na Tela Quente e eu quero assistir, já que ainda não vi).
    Abraço e tudo de bom pra ti, Ligéia.

    ResponderExcluir
  7. Jacques, eu adoro seu humor, inteligente, elegante, engraçado de verdade, um humor fino que me faz rir de verdade, rsrs. Não é fácil me fazer rir de verdade. Eu já vi O Rei Leão, algumas vezes, então, não estou preocupada com isso, rs, minha preocupação é que na sexta estreia As Aventuras de Pi, e eu quero ver...
    Sobre O Rei Leão, eu adoro aquelas hienas, já ri muito (de verdade) com elas.. rsrs...

    Quanto ao primeiro parágrafo, inshallah!

    Obrigada Jacques. Um abração pra você, tudo de bom também.

    Até!

    ResponderExcluir
  8. olá.

    Li o que você expôs do acontecido. Isso é tão corriqueiro, talvez você nem imagine...
    o enorme ponto final, aí sim! rs

    Ficam aqui meu sinceros votos de descanso e paz de espírito pra você, que sempre teve um trato de respeito e educação nos teus comentários e postagens. Seu blog é um dos poucos onde sinto vontade de dizer o que penso,(não que eu seja grande coisa) não sei se é pela simplicidade ou pela falta de arrogância que anda tão escassa entre os "contemporâneos". Talvez seja pura empatia...

    então, até e juízo ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Davi. De fato, nem imagino que isso que relatei seja tão corriqueiro, não dessa forma, a forma como as coisas acontecem depende das pessoas envolvidas.
      Você sabe o quanto admiro sua poesia; sempre , sempre te leio, às vezes não comento, porque nem sei o que dizer, vou me repetir.
      Fiquei feliz em saber isto: "Seu blog é um dos poucos onde sinto vontade de dizer o que penso...". Respeito e educação são coisas muito importantes pra mim. Muito obrigada, seja pela minha simplicidade, pela falta de arrogância (ainda não sei da utilidade de ser arrogante...) seja pela pura empatia, e eu adorei essa última, foi a que mais gostei.
      Paz para você, e isso inclui felicidade, não existe felicidade sem paz.

      Até, Poeta Davi.

      Excluir

Costumo responder aos comentários aqui no blog. Todas as opiniões são bem vindas, e importantes. Gosto de saber das pessoas o que pensam, o que sentem, o que gostam. Você que lê e prefere não se manifestar, quem sabe um dia volte para me dizer algo. Não tenho pressa, eu espero.

Divagar é preciso...