Detesto que me roubem a solidão sem me dar em troca verdadeiramente companhia. (Friedrich Nietzsche).

terça-feira, 31 de julho de 2012

Por que você faz um blog?

Esclarecimento:  este post foi escrito com a intenção de ironizar os manuais tipo "como ser um blogueiro do sucesso"  que a gente encontra pela internet. Tem até e-book sobre o tema!  Eu alterei um pouco o texto,  pois, relendo,  notei que essa intenção não havia ficado muito clara. Agradeço a todos os que já haviam comentado e peço desculpas pela falha, e peço desculpas também para a Cristina...




Ontem li num desses sites sobre blogs que uma das formas de afastar leitores dos nossos blogs é não focar em um determinado tema. Pronto, ponto negativo pra mim... rs. 
   E que uma das formas de atrair leitores, ou seguidores, é procurar postar o que os leitores gostarão de ler. 
O que os leitores gostarão de ler...
O que os leitores gostarão de ler? Imagino eu, então, que ao criar um blog, é preciso que o aspirante a blogueiro encomende uma pesquisa de mercado. De Walter Mercado! Sim, porque só adivinhando é que vai dar pra saber o que os leitores gostarão de ler. Ah, bola de cristal também deve ajudar na empreitada, e é mais barato.
O site diz também (em outras palavras, é claro), que esse negócio de dizer "fiz o meu blog pra mim" é papo furado, ninguém cria um blog para si mesmo, cria para os outros, para ser lido, comentado, seguido. Concordo. Mas não muito. Eu, como muita gente que diz a mesma coisa, fiz um blog porque queria ter meu próprio espaço na web para falar, poetar, prosar, palpitar, ironizar, ficar de mimimi. Portanto, fiz o blog pra mim, sim, rs. É bom ter leitores? Seguidores? Receber comentários? Não. É ótimo! Isso anima, motiva, inspira. Sem contar que a interação é sempre produtiva, e agradável. Na minha modestíssima opinião, ter leitores depende  de vários outros fatores e não só do conteúdo. Seja como for, acho que o mais importante é  que seja tudo muito natural,  espontâneo. Leitores, seguidores e comentários são consequência.

Digo que não sou blogueira por natureza, eu me aventurei como blogueira, rs, e penso aqui com meus gadgets que o que foi dito no tal site vale para aqueles cujo objetivo é ser uma celebridade blogosférica, o que não é o meu caso. Aliás, nem que eu quisesse... rs. Este é o meu blog, tem muito do que eu sou aqui. Fi-lo porque qui-lo...  

33 comentários:

  1. Tenho um blog inteiro só para mim.
    Não quero que ninguém vá pra lá ficar sabendo o que tem. Guardo algumas coisas, tipo segredos que ainda não posso revelar e que também não posso esquecer. Ele é bloqueado para visitas. Uma forma de arquivo que não ocupa espaço.
    Beijos!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Janice, achei muito legal a ideia de ter um local secreto na blogosfera! Interessante mesmo, rs. Sabe, é uma ideia bem tentadora... rs.

      "segredos que ainda não posso revelar"... Adorei isso, adoro um mistério. rs

      um beijo!

      Excluir
  2. A única forma de "encontrar" leitores,
    e seguidores, é sendo voce mesma,
    escrevendo sobre aquilo que acredita,
    quem precisa de números não deveria ter um blogue,
    deveria abrir um armazém.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Herculano, primeiro quero te dizer que me "inspirei" no título do seu blog para o título deste post, mas eu acho que você sabe disso, rs.
      Minha intensão foi ironizar esses "manuais" que a gente encontra por aí. Como saber o que os leitores querem ler? rs. Achei uma bobagem isso. Todo começo é complicado, mas, como eu disse, o importante é ser natural, espontâneo, e é assim que eu sou aqui, faço do meu jeito, escrevo do meu jeito, e pronto. rs. Leitores, seguidores e comentários também têm que vir naturalmente.
      E sobre o armazém, é isso mesmo, eu também acho.

      Excluir
  3. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cristina, excluí seu comentário por acidente, eu juro!
      Estou até agora pensando onde eu cliquei que excluí o comentário. Me desculpa?... :(

      Pode falar tudo de novo? :(
      por favor, por favor, por favor...

      Excluir
  4. Ola querida amiga,obrigado pela participação na minha "festinha",e pelas palavras de grande incentivo.È um grande prazer para mim ler teus excelentes textos ,poesias e tudo mais.....Espero que nossos encontros sejam mais assíduos pois tua simpatia é contagiante.Meu grande abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Suzane. Eu é que agradeço sua visita. Suas festinha estava ótima, rs, muito bonita a sua mensagem de aniversário.
      O prazer é meu em ir até seu blog ouvir aquelas músicas lindas e inesquecíveis.

      Muito obrigada pelo carinho, eu estarei sempre lá!

      um beijo.

      Excluir
  5. Oi querida! eu acredito em,
    Espontaneidade e humildade..Não adiante ficarmos usando palavras difíceis pra tentar provar apenas que somos intelectuais ou pra impressionar meia duzias de pessoas..podemos nos expressar de forma simples! passando só o que realmente somos.

    bjos e uma ótima terça feira

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então, Mary, eu me referi a essas regras de "como ter um blog de sucesso". Concordo com você sobre espontaneidade, e humildade também é muito importante, com certeza!

      Um beijo e muito obrigada!

      Excluir
  6. São mesmo muito engraçados esses. Como você disse não há como saber o que especificamente o público quer ler e nem uma fórmula mágica para atrair seguidores ou conseguir comentários. Às vezes temos a impressão que alguns blogs que parecem menos interessantes tem mais comentários ou seguidores. E quem sabe explicar o porque?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Gilberto. Pois é... eu achei uma bobagem enorme isso. Coisas escritas segundo receitas, manuais e formulas perdem a identidade, fica tudo padronizado, igual, e aí blogar perde toda a graça e o propósito.

      "Às vezes temos a impressão que alguns blogs que parecem menos interessantes tem mais comentários ou seguidores. E quem sabe explicar o porque?'

      Olha, Gilberto, muita gente faz lobby no facebook, no twitter, e também tem o seguinte: a gente é que acha alguns blogs menos interessantes. Nossos blogs devem ser menos interessantes pra muita gente também... É a vida, rss.

      Excluir
  7. Rs acontece flor! Desencana.
    Agora lembrar o que eu escrevi é soda. Mal lembro o que comi ultimamente rsrs
    Eu adoro leitores, adoro seguidores, adoro blog. Escrevo coisas minhas mas não espero comentários. Mentira espero sim rsrs
    Mas não fico frustada se não os tenho. Ninguém é obrigado a gostar do que escrevo. Existem blogs que eu acompanho, comento pois gosto e mesmo assim as pessoas nunca apareceram no meu blog. entendo perfeitamente. Eu gosto da escrita deles, mas não acho que eles devam gostar da minha. Respeito muito isso.
    A única coisa que sei é que meus textos são reais. Verdadeiros, não invento nadinha. Então eu sou eu mesma.
    Alguns acham que Cristina é um pseudo, um fake, não é. Cristina é meu segundo nome. Então tudo ali é verdadeiro, até meu nome rsrs
    Acho que é isso!!!
    Bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu me frustro quando escrevo um conto e vejo "0 comentários". Aí eu penso, será que o conto era tão ruim assim?
      O que me deixa mais alegrinha são as estatísticas, pelo menos sei que alguém leu, rsrss...

      Cristina, obrigada, viu? rs

      um beijo.

      Excluir
  8. Ligéia, eu já li muitos destes textos e francamente, nunca os levei a sério. Principalmente porque blogues foram feitos para serem diários virtuais, com o tempo é que foram evoluindo para assuntos mais "jornalísticos", ou divulgação de moda, cinema, fotografias, entre tantos outros assuntos.
    Eu sou a favor da liberdade. Se tivesse que limitar os Lisérgicos a apenas um tema, seria limitar tanto a mim mesmo, mas também o acesso de outros leitores que não se interessam pelo tema, portanto, este texto "conselheiro" já começou muito mal, com a maior balela blogosférica.
    Eu discordo de você a respeito de quem cria um blogue público esteja criando apenas para si mesmo. Me desculpe, mas esta eu não engulo. Acredito no blogue da Janice que este sim, foi feito para ela, visto que ninguém tem acesso (estou pensando seriamente nesta ideia, pois sei que há coisas que sei que muitos não suportariam ler além de mim, ahaha). Quem não quer ser lido e escreve somente para si, não publica, deixa suas memórias em um arquivo do Word, de preferência com senha para não correr o risco de ter algum intrometido lendo ou faz como a Janice.
    Até hoje eu não sei o que seria ser celebridade blogosférica. Números? Muitos seguidores? Porra, eu tenho parceiros cujos blogues tem mais de mil seguidoras, sei lá quantas trocentas visitas por dia e os posts estão em 0 ou no máximo 3 comentários. Eu não consideraria isto um blogue popular. Foi apenas um blogue que angariou números de pessoas que, claramente, não estão nem um pouco interessadas no que elas escrevem.
    E lembrando: saiu a quarta e penúltima parte do conto do "romance" virtual "O que os olhos não vêem, o coração não ouve". Está bem mais extenso este episódio, se tiver interessada em continuar a acompanhá-lo, fica o aviso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Christian, é, eu já tinha lido sobre isso dos blogs serem originalmente diários pessoais, e acho que não devia ser tão interessante, rs.
      Olha, há blogs que focam um determinado tema que são mesmo bem legais, como blogs sobre cinema, por exemplo, eu sigo alguns. Acho interessante um tema único, mas também gosto da diversificação, e não concordo com essa "regra" de que blogs com um único tema é que atraem seguidores. Não é bem assim que funciona. Eu estou reformulando meu blog direcionado para Edgar Allan Poe, então, vamos ver se é assim que funciona. Também não gosto de me limitar, por isso fiz um blog com espaço e liberdade para falar minhas abobrinhas, hehe...
      Quanto a criar um blog para si mesmo, eu não quis dizer que criei um blog "só" pra mim, claro que quero ser lida, claro que gosto de ser lida, quem não quer, quem não gosta? Claro que curto os comentários, quem não curte? Gosto muito dessa interação, é bom demais ler as pessoas, saber o que pensam, o que sentem. Quem não quer ser lido que faça como a Janice, ou como você disse: deixa tudo trancado no word. Criei o blog para escrever nele tudo o que eu quero, para "me" expor nele sem me expor, para ser minha válvula de escape, meu púlpito, meu próprio livro de poemas e contos, e o que mais eu precisar. Tem muito de mim aqui, e é nesse sentido que digo que fiz o blog pra mim. ;)

      Celebridades blogosféricas seriam blogueiros com comentários na mesma proporção dos seguidores, ou seja, um blog que tem 2000 seguidores, teria pelo menos 2000 comentários a cada post, ou aproximadamente isso... Bom, é o que eu entendo por celebridade blogosférica... Tem isso aqui? Eu ainda não vi.
      Foi o que eu disse certa vez em um comentário que fiz no seu blog, que conheço blogs com mais de mil, dois mil seguidores, mas quem comenta é só a mesma meia duzia de sempre... rs.

      Mas é claro que estou interessada no conto... Já li as partes anteriores, não ia perder a conclusão, né? rs

      Excluir
  9. Olá Ligéia,

    Você deixou um comentário tão fofo no meu blog e vim agradecer mesmo que em atraso, peso desculpas por não responder de imediato,o fato é que meu blog havia sumido devido ao robozinho do Google dizer que tinha um Malwere indesejado e quando fui atualizá-lo ele desapareceu,Mas graças aos céus fiz um backup em um novo e consegui ele de volta, estarei fazendo toda a semana.
    Muito interessante seu post,Claro que a gente faz o blog pensando na gente e não em um publico alvo, queremos que nos leiam, nos conheçam e é legal porque no blog nos vemos virtualmente e conhecemos a alma das pessoas, não os rostos e nem as posições sociais. Bobagem estas postagem com ensinamentos como ter um publico alvo. Para algumas pessoas a quantidade e para outras a qualidade.
    Beijinhos querida, um maravilhoso fim de semana.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Verinha, eu vi o que aconteceu com seu blog, no ano passado teve um surto desses de malwere, foi um deus nos acuda!
      Que ótimo que você recuperou tudo!
      Quando ingressei na blogosfera, com outro blog que hoje está escondido, rs, eu nem sabia como as coisas funcionavam por aqui. A gente aprende muito lendo o que as pessoas pensam. Eu gosto muito. Qualidade sempre, quantidade é o de menos.
      Muito obrigada, excelente semana pra você.

      um beijo.

      Excluir
  10. Oi querida... tudo bem!? Primeiramente quero agradecer por sua visita, mesmo quano eu estive ausente dos blogs parceiros. As férias acabaram e agora voltei à rotina, inclusive no blog. rsrsrs

    Menina, viu lhe dizer que nunca consegui ler esses textos, para se ter blogs de sucesso, até o fim. São balelas...

    Eu penso que blog é totalmente pessoal(a não ser os que tem finalidade comercial e afins, claro) e ele é sempre a cara do seu criador. Penso que os leitores tem a liberdade de procurar blogs com os quais se identifiquem, claro.

    Agora, vamos concordar numa queestão... há blogs mais interessados em seguidores e estão nem aí se os comentários em suas postagens são apenas coisas do tipo "gostei", "passa no meu", "tô te seguindo".

    Eu estou feliz com os leitores do Umas e outras. Não tenho tantos seguidores, mas a maioria, dos poucos que tenho, sei que leem e comentam porque curtem o que eu escrevi pq me deu na telha. rsrsrsrsrs

    bjks :) JoicySorciere => CLIQUE => Blog Umas e outras...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. meus dedos psicopatas me colocam em cada situação... digito loucamente e posto sem reler. hahahahaahah

      Corriga lá em cima no lugar de "viu"(segundo parágrafo) é *vou

      bjks JoicySorciere => CLIQUE => Blog Umas e outras...

      Excluir
    2. Joicy, não há o que agradecer. Espero que tenha dado pra você descansar bastante. Esses textos são bem sem noção mesmo, e eu concordo com você. Eu também estou satisfeita com as pessoas que comentam aqui, com os blogs que sigo, e com tudo o mais que anda rolando por aqui. Os blogueiros profissionais podem precisar de alguns macetes, mas a gente só quer ser feliz, rss. Ah, e não se preocupe com esses errinhos, eu erro pra caramba, vivo pagando mico!
      Muito obrigada. um beijo.

      Excluir
  11. o mundo virtual não deixa de ser igual ao real... se tem gente que vive de firulas e embromation no dia a dia, não haveria de ser diferente aqui, pois são as mesmas pessoas, só muda o instrumento de expressão. meu blog, por exemplo, é a minha cara na vida real. serve de divã voyeur para mim, pois posso me expor e ver o que as pessoas pensam sobre determinados assuntos de uma maneira mais neutra. nesse sentido o blog é para mim, mas a abertura para os outros se faz necessária para atingir meu objetivo. bjos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Moiselle,
      Concordo com você sobre mundo virtual e real, sobre a abertura para as opiniões e discussões, e acho isso tudo muito legal.
      Como eu disse pra Joicy, a gente só quer ser feliz!

      bjs!

      Excluir
  12. Quando eu comecei a escrever na Caixa fiz isso por mim, para mim, porque eu precisava de um espaço para guardar as palavras, imagens e sons que eu gostava. Eu blog primeiro para mim, me identifiquei quando você disse isso. Parece egoísta dizer algo assim, mas não é não significa que a gente não ame as pessoas que vem em nosso blog leem e comentam, significa apenas que não é questão de ter leitor é questão de ter com quem compartilhar nossa vida, nossa alma.

    Acho que por isso tenho tido dificuldade em blogar no Em Quantos... pq é um blog coletivo e as vezes as palavras me escapam para falar lá... Enfim Ligéia, adoro vim aqui sempre sou recebida por um texto bom/honesto!!!

    Cheros, Jaci.

    P.S.: Só tenho uma inveja dos blogueiros profissionais, eles sempre sabem resolver os problemas dos blogs, eu nunca sei, sou uma completa incompetente nesse quesito!!! #Fato

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A gente sempre cria um blog para gente mesmo, o que vem depois é tudo consequência. Blogar em grupo deve ser bel legal também, você expõe suas ideias com muita clareza, não entendo porquê te faltariam palavras para falar lá. Se você é incompetente nesse quesito, imagina eu!
      Obrigada, Pandora! Já te falei que gosto muito quando você vem, né? rs

      cheros too! : )

      Excluir
  13. Concordo... eu tenho o Blog por puro prazer meu, e também para a posteridade, kkkk
    Nunca li esses manuais, mas já imaginava fosse algo desse tipo.

    Gostei daqui!

    Bjos e boa semana ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah eu também fiz meu blog para a posteridade! rsrsrsrs...
      esses manuais são muito divertidos (pelo menos servem para alguma coisa...).
      Gostou daqui? Ai que bom! Então fique. Seja bem vinda!

      boa semana também.

      bjos.

      Excluir
  14. Pois é. Soa um pouco presunçoso dar fórmulas de sucesso para qualquer coisa. O que é sucesso e pra que serve? No mais, seja na arte ou no resto, tenho pra mim que o importante é individual e que nós sejamos nós mesmos, sem aludir às frases de filmes clichês rsrs

    abração

    ResponderExcluir
  15. Oi Davi... Sumido.
    Olha, receita de sucesso é a receita do pão de queijo da Casa do Pão de Queijo, ou da coca cola, o que também não significa que são as melhores coisas da vida. Simplesmente tem quem goste.

    ResponderExcluir
  16. Olá, parabéns pelo seu blog!
    Se puder visite este blog:
    http://morgannascimento.blogspot.com.br/
    Obrigado pela atenção

    ResponderExcluir
  17. Olá!Boa tarde!
    Tudo bem, Ligéia?
    ...ah...eu também não acredito muito em Manual com "Fórmulas Prontas" de "Como fazer sucesso ou Fazer isso ou aquilo"!Clichês e Formulismo, tô fora! Cada um é cada um, e "óia" que nós mesmos mudamos várias vezes durante o trajeto... da "criação" até hoje". Uma certeza eu tenho: fiz para ser lido!Mesmo que fosse... EU mesmo!
    Bom final de semana!
    Beijos
    Cuide se bem!

    ResponderExcluir
  18. Felisberto, você disse uma coisa muito certa e que não foi mencionada: a gente muda desde o dia da criação do blog, e se a gente não muda, as coisas mudam, a vida muda, o mundo não para. Certíssimo!

    Obrigada.

    ResponderExcluir
  19. Olá, Ligéia.
    Acho que estes manuais de criação de blog de sucesso são tão inúteis quanto olho mágico em caixão.
    Creio que cada um de nós cria seu blog por razões pessoais e o que mais existe na net são sites inteiros feitos de cópias da Wikipedia e sites de "bobagens que fazem sucesso", então, de que adianta ter milhares de seguidores se o site não nos soma absolutamente nada?
    E creio que os amigos que fazemos no decorrer das blogagens são nossa maior recompensa.
    Esqueci de mencionar no texto da Blogagem Coletiva que o site Ceticismo.net é ótimo (e involuntariamente engraçado).
    Abraço, Ligéia.

    ResponderExcluir

Costumo responder aos comentários aqui no blog. Todas as opiniões são bem vindas, e importantes. Gosto de saber das pessoas o que pensam, o que sentem, o que gostam. Você que lê e prefere não se manifestar, quem sabe um dia volte para me dizer algo. Não tenho pressa, eu espero.

Divagar é preciso...