Detesto que me roubem a solidão sem me dar em troca verdadeiramente companhia. (Friedrich Nietzsche).

terça-feira, 20 de março de 2012

Prioridades





Estranhou o fato da garagem estar fechada, ele sempre a deixava aberta para ela. Deixou o carro na rua e entrou. Bolsa, pasta e celular na mão. 'Querido, pode por o carro na garagem pra mim?' Silêncio. A casa toda estava em silêncio, e então percebeu que apenas uma luz lá em cima estava acesa. Subiu, não havia ninguém.  Quarto vazio, cama vazia. Armários vazios... Olhou a mensagem no celular. Reunião de última hora no escritório, pra ontem!
'Aquele cliente!...'
Desceu as escadas e saiu apressada. Arrancou com tudo, cantou pneus, dirigia como doida.  'Depressa! Depressa! Não posso atrasar!'
Teve tempo ainda de ouvir a sirene, de perceber uma correria, umas luzes no teto enquanto era empurrada às pressas, deitada em algum lugar.
'Vamos, vamos! Seja o que for que estejam fazendo comigo, façam logo! Eu tenho uma reunião!'

Então, uma dor, um cansaço, uma solidão, uma escuridão que se aproximava.  Fechou os olhos.   

No celular, uma outra mensagem, não lida.
 






4 comentários:

  1. Precisamos aproveitar o tempo que nos resta. De fato, é preciso saber viver! Adorei seu texto, querida. Amo textos que me fazem refletir à vida! Continue escrevendo; és uma preciosidade! Grande beijo :)

    ResponderExcluir
  2. Às vezes é necessário parar e pensar sobre nossas prioridades,
    revê-las, re-avaliá-las. Muita coisa nem chega a ser prioridade.
    Muito obrigada, Natália!

    um beijo!

    ResponderExcluir
  3. Hola, concisas y precisas letras desnudan a golpe de talento la germinal belleza de este blog, si te va la palabra encadenada, la poesía, te espero en el mio,será un placer,es,
    http://ligerodeequipaje1875.blogspot.com.es/
    gracias, buen día, besos en verso..

    ResponderExcluir
  4. Hola Don Vito. Te doy gracias por tus palavras. Voy a ir a ver tu blog.

    Hasta más.

    ResponderExcluir

Costumo responder aos comentários aqui no blog. Todas as opiniões são bem vindas, e importantes. Gosto de saber das pessoas o que pensam, o que sentem, o que gostam. Você que lê e prefere não se manifestar, quem sabe um dia volte para me dizer algo. Não tenho pressa, eu espero.

Divagar é preciso...